quarta-feira, abril 30, 2008

o que eu andei lendo

"Minha filha ganhou um gatinho e contei a Tim que ela ia dar o seu nome ao bicho. Ele adorou: 'Já sei, porque é preto, gordo e cafajeste!' O gato era cinzento, magrinho e carinhoso, e só nos deu amor e alegria."


"Depois, entendi o que aconteceu. Josias tomou rebite, para ficar acordado. Aí desembestou a falar, foi o resto do trecho tagarelando. Falava qualquer coisa, toda hora checava o painel do caminhão para ver se a pressão dos pneus estava o.k. e dizia pneu o.k., óleo o.k., freio o.k., como se eu entendesse alguma coisa. Eu amo essa vida, ele dizia. Amo a estrada. Amo principalmente voltar pra casa. Já tinha trabalhado entre quatro paredes, o Josias, mas não tinha dado certo. A cabeça emperrou. Foi contratado, e mandado embora uma semana depois. Dentro de uma firma, meu cérebro pifa, ele disse. Não funciona. Agora, se você quer ver minhas idéias crescerem, é só me deixar livre. Depois que caí na estrada, nunca mais quis outra vida. Vou comprar um trambolho, disse Josias, animado. Igual a esse na nossa frente. Um rodotrem. Ou um treminhão. Logo que as coisas melhorarem. E já estão melhorando. Cansei de ser honesto, falou, gargalhando. Agora faço minhas tramóias, como todo mundo. Aqui no Brasil, se você quer alguma coisa, tem que roubar, tem que ser ladrão. Todo mundo rouba. Óleo o.k. Freio o.k."


"No dia seguinte, o coronel deu início a seus interrogatórios. Antes, eu pensava que ele era preguiçoso, pouco mais que um burocrata com gostos perversos. Agora, via o quanto estava errado. Em sua busca da verdade, ele é incansável. O interrogatório começa de manhã cedo e ainda prossegue quando eu volto, depois do escurecer. Ele convocou a ajuda de um caçador que passou a vida matando porcos rio abaixo e rio acima e conhece uma centena de palavras da língua dos pescadores. Um por um, os pescadores são levados para a sala onde o coronel se instalou, para responderem se viram movimentos de cavaleiros estranhos. Até a criança é interrogada: “Algum estranho visitou seu pai durante a noite?”. (Evidentemente, adivinho o que acontece naquela sala, o medo, a confusão, a humilhação.) Os prisioneiros são devolvidos não para o pátio, mas para o salão principal do alojamento: os soldados são removidos, aquartelados na cidade. Sento em meu quarto com as janelas fechadas, no calor sufocante de uma noite sem vento, tento ler, apuro o ouvido para ouvir ou não ouvir os sons da violência. Por fim, à meia-noite o interrogatório cessa, já não há batidas de portas, nem pisar de pés, o pátio fica silencioso ao luar, e tenho a liberdade de dormir." (pag. 33)

******************************
ainda não tinha lido "a volta do máiquel", mas uma coisa é certa: eu amo essa patrícia melo. eita mullherzinha que escreve. hoje fiquei numa contenteza doida porque ganhei, com entreguinha em casa e tudo, o último livro dela: "Jonas, o Copromanta". Pode, isso? Copromanta, cara! Vou começar logo pra ver se tiro o gosto de horror que ficou na minha boca com À espera dos bárbaros; Sr. Coetzee provando que tudo sempre pode se deteriorar ainda mais além do que a gente imagina. Literatura da melhor qualidade.
E "Vale Tudo" é um livro tão, tão carinhoso, que se já não valesse pela história recente da música brasileira (e vale) valeria só pelos olhos amorosos do Nelson Motta pro Tim. Mas Vale Tudo vale por tudo isso e muito mais.

3 Comentários:

Blogger Luciana disse...

Que ótima dica de livros, ler é tão bom... queria ter mais tempo, tempo pra fazer tanta coisa que amo... bem, mas vamos administrando o tempo...
Hoje vou ter que comprar dois livros para meu filho, Espumas Flutuantes, de Castro Alves e Encontro Marcado, de Fernando Sabino. Você já leu um dos dois?
Bjos, Lú.

14/5/08 09:03  
Blogger Katarina disse...

Querida, quanta saudade! Coetzee é tudo, mesmo. É o santo ao qual ando de devota, ultimamente. By the way, estaremos no Rio, entre 13 e 15 de junho! Besos muchos e saudade.

2/6/08 20:23  
Blogger Vivien Morgato : disse...

boas dicas.
Meu filho engatou na leitura através do Inferno, da Patricia Melo, que eu adoro.

7/6/08 17:10  

Postar um comentário

Voltar

free web stats eXTReMe Tracker

Apollofind Counter

referer referrer referers referrers http_referer