quinta-feira, agosto 21, 2008




Quando caminho por essa rua onde agora moro, cruzo esquinas da infância distante.
É estranho ir tão longe para estar tão perto.
A cidade é repleta de lombadas vivas, como as da biblioteca do meu pai.
Setembro nunca termina, e já está de novo por chegar.

3 Comentários:

Blogger CALEXIco. disse...

Coisa linda isso.

Saudades de tu.

...e agosto já vai tarde...

"De tão azul, o céu parecerá pintado. E nós embarcaremos logo rumo à ilhas Cíclades.
Houvesse cortinas no quarto, elas tremulariam com a brisa entrando pelas janelas abertas, de manhã bem cedo. Acordei sem a menor dificuldade, espiei a rua em silêncio, muito limpa, as azaléias vermelhas e brancas todas floridas. Parecia que alguém tinha recém pintado o céu, de tão azul. Respirei fundo. O ar puro da cidade lavava meus pulmões por dentro. Setembro estava chegando enfim." (Ele, claro. Caio F.)

Beijos mil pra ti e pra família :-)

22/8/08 08:07  
Blogger Gláucia disse...

Coisa mais linda tu, saudades minhas.
Coisa mais linda que venhas, que estejas, que sejas.
Mil beijos pra ti também.

22/8/08 11:58  
Anonymous Paty disse...

Olá,
Acabei de colocar meu blog no ar http://mareslunares.wordpress.com e estou linkando outros blogs. Gostei muito dos seus textos e por isso te linkei.

abçs,

Patricia

6/9/08 14:24  

Postar um comentário

Voltar

quarta-feira, agosto 20, 2008

Trabalhando muito


1 Comentários:

Anonymous José Carlos disse...

Trabalhando?! E tem trabalho aí?

7/9/08 21:01  

Postar um comentário

Voltar

a posição do outro depende sempre, de certo modo, da sua.
não se deixar convocar de imediato, no início dos processos, pelas urgências da produção e do resultado, é uma virtude conquistada.

1 Comentários:

Blogger Assim sou eu... disse...

quisera eu colocar transformar em atos essa sapiência...
bjs
raquel

23/9/08 09:53  

Postar um comentário

Voltar

Brincando em cima daquilo


quinta-feira, agosto 14, 2008

Rir juntos...




"Riem-se. Rir junto é melhor que falar a mesma língua. Ou talvez o riso seja uma língua anterior que fomos perdendo à medida que o mundo foi deixando de ser nosso."


mia couto, venenos de Deus, remédios do Diabo, cia das letras, 2008, fl. 113
imagem daqui

1 Comentários:

Blogger caicko disse...

Rir é parir felicidade. Gostei daqui. Ótima semana.

ALBERGUE MENTAL
http://caioalbergue.blogspot.com

18/8/08 00:51  

Postar um comentário

Voltar

sexta-feira, agosto 08, 2008

Cantiga


Pensar que o vi hoje à tarde
não passou de um traço rápido
que a saudade acendeu por engano.

Onde andará o meu amigo? Ilíadas
em tumulto, ondas sem descanso,
transparência sem desfecho, a cidade

é água sem memória. Fecho os olhos
e ouço sua voz dizendo-me eu vim,
sou o sábado que ficará contigo.

Onde andará a árvore, a copa alta
que se fez no meu caminho?
Onde andará meu amigo?

A mudez de tudo diz-me
que esqueça? Insisto. Não descanso,
não arrumo os livros, não deito

a âncora, não deito a lâmpada.
E minha cantiga há de queimar-
se toda assim, antiga, ridícula.

(eucanaã ferraz, cinemateca, cia das letras, 2008)

0 Comentários:

Postar um comentário

Voltar

free web stats eXTReMe Tracker

Apollofind Counter

referer referrer referers referrers http_referer